28/12/20 – Mestra Rowena

“Amados. Olá a todos. Que cada um de vós possa sentir agora a energia do amor Crístico, o amor sem condições, o amor sem medida, que advém completamente do Criador, do Todo, da unicidade. Quero dizer-vos que todos vós podeis sentir este amor que vos falo, mas para isso, é preciso que me permitis conduzi-los até ele. É preciso que abrais vossos chakras, principalmente aquele onde localiza-se vosso coração. Os vossos sentimentos encontram-se no mais profundo de vosso ser, na região do chakra cardíaco. Nem sempre vós tendes conhecimento sobre quais sentimentos vós carregais ali dentro. Se tendes sentimentos fortes e densos de vez em quando, é porque este sentimento encontra-se ali dentro, e ao longo da vida vós tentais acalmá-lo. De toda forma, o sentimento existe dentro de vós. E quando este sentimento existe, é necessário que deis atenção a ele, para que possais entendê-lo, curá-lo, e libertá-lo. Vós não precisais carregar sentimentos tão profundos dentro de vós, a não ser que permitais que eles se instalem. Quando fordes até a raiz do problema, e perdoardes tudo o que vos aconteceu, libertarai-vos da escuridão que vos consome, e sentirai-vos leves e livres. Mas como podeis fazer isso, perguntarão. Amando, amados. Amando. Se vós desenvolverdes o amor de dentro para fora, ele irá personificar vossas vidas e vossas relações. O amor é o que cura. Apenas ele, tem o grande poder de ressignificar as situações mais complexas de vossas vidas. Se pudésseis ver o tamanho de vossos problemas, de fora, veríeis que eles são ínfimos perto do amor de Deus. E sabemos o quanto doloroso pode ser carregar sentimentos tão baixos dentro de vós, amados filhos. O que eu vos indico para fazerdes a partir de agora? Peço que ressignificai vossos ideais. Onde quereis chegar? Quereis uma vida de paz, de amor, de tranquilidade, alegria e plenitude? Se assim quiserdes, precisarão a partir de agora olhar para dentro. Quais sentimentos vós ainda carregais dentro de vós? Se encontrardes algo de energia densa, pesado, como por exemplo raiva e rancor, deveis atentar-vos a isto. Por que sentis isso? Qual foi a primeira vez que vos sentistes traídos? Abandonados? Desrespeitados? Foi vosso pai? Vosso esposo? Um filho? Quem vos magoou? Se fostes magoados, queridos, vós tivestes motivos para vos encerrar entre densos sentimentos. Naquele momento, a frustração surgiu. Naquele momento, vosso mundo caiu. Naquele momento, sentirdes fracos, sozinhos e desiludidos. E então, olhastes para Deus e esperastes um amparo. Uma resposta. Pedistes por justiça. Queríeis que o outro sentisse o que vós sentistes. E então Deus silenciou e a partir daquele dia, não pudésseis mais ouví-lo com serenidade e permanência. Por que vos digo isso, amados? Porque as histórias humanas são deveras parecidas, e por isso sabemos da história por completo. O mal entendido então, amados, é que fostes vós quem vos fechastes para receber o amor divino. Fostes vós que desejastes que o outro sentisses o mesmo que vós sentis. Não queríeis sentir sozinho toda esta tristeza. E por isso vos entendo, e hoje vos oriento. Não deveis mais carregar tudo isto dentro de vós. Faz quanto tempo que isto vos aconteceu? A pessoa que vos maltratou ainda está viva? Perdoai-a, queridos. Apenas isto que vos digo. Sejais elevados o suficiente para perdoar. Sejais puros o suficiente para amar. E por que deveis fazer isso, vós me perguntais. Para libertar a vós mesmos da dor. Quem carrega a dor e o sofrimento sois vós, e por isso somente vós mesmos podereis vos libertar disso tudo. É claro que é justificável que carregais tamanho peso, pois fostes machucados. Mas não há mais sentido em carregar tudo isto por toda vossa vida. Há quanto tempo isto vos aconteceu? Deixai que a ferida se feche, permiti que o amor vos cure. Aceitai que o amor, e somente o amor preencha vosso ser, de fora pra dentro. E depois que permitirdes a cura, verás que o amor brotará dentro de vosso cardíaco, e a fórmula será de dentro para fora. Permiti que o amor vos salve. Libertai vosso ser de tanto rancor, tanta raiva, tanta tristeza. Perdoai, amados. Perdoai. Esta é a grande resposta para muitas de vossas perguntas. Se pudésseis ver daqui de onde eu vejo, veríeis que o processo é simples, porque na verdade, é só vencer a resistência que vós tendes em perdoar. A resistência que vós tendes em curar. Sejais mais leves, amados. Vós podeis ser leves. A decisão é vossa. Eu vos peço que a partir de agora, todos vós, cada um, um por um, inicie vosso processo de cura e ascensão. Peço-vos que pensais o que vos falta curar a partir de agora, baseados nos sentimentos que encontrais dentro de vosso coração. Peço-vos que silenciais, interiorizais, e buscai agora, todos os motivos pelos quais vós sentis estes escuros sentimentos. Encontrastes o motivo? Aquele mais fundo. Aquele mais antigo. Agora perdoai. Perdoai a todos que vos machucaram. Entendei que eles erraram, e para todos que erram, Jesus nos ensinou a ter misericórdia. Sejais misericordiosos com os erros dos outros. E a partir da misericórdia, vós conseguireis perdoar e libertar-se deste sentimento que vós carregais. Lembrai que quem carrega este sentimento, é somente vós. Se sois vós quem carregais, por que deveríeis vós continuar em sofrimento? Quem se prejudica sois vós mesmos, amados. Quem errou, nada carrega. Talvez culpa. E ele deve libertar-se desta culpa também. Porque Deus é misericordioso. Deus perdoa, Deus ama, Deus concede a graça, o amor, e a coragem de recomeçar. Deus oferece-vos os mais belos e puros sentimentos de salvação. Alcançai-os. Vós sois capazes de libertar-vos de todas as sombras que vós carregais. A decisão é vossa, o empenho é vosso. Ninguém poderá salvá-los, apenas vós mesmos. Se conseguirdes alcançar a energia do perdão, da compaixão e da misericórdia que Deus nos oferece todos os dias, vós sereis livres. Livres de todo o aborrecimento que as trevas deixaram para os homens. A escolha é vossa, o processo é individual, o interesse é completamente vosso. Vós tendes a chave para vossa libertação. As ofertas de luz existem, basta que as aceitem. Dito isso, desejo-vos uma nova vida. Desejo-vos o recomeço. Desejo-vos coragem, para aceitar que o amor vos purifique e vos salve. Daqui pra frente, vós podeis ser livre de qualquer trauma do passado, se assim quiserdes. Aos que aceitaram o convite de Deus, eu vos indico que orem. Orar por quem vos machucou, é a maior prova que vós conseguistes perdoar. Desejai amor a quem vos faltou com amor. O provedor do amor é eterno, e ele existe, basta que permitis vê-lo, sentí-lo e sê-lo. Com amor, Rowena.” 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: