23/01/21 – Serapis Bey (CHAKRAS)

“Amados. Chakras o que são? São centros energéticos os quais recebem energia do Sol Central e distribuem para seus órgãos, promovem sensações e  guardam seus sentimentos. Chakras são pontos complexos humanos os quais guardam muita informação sobre vossa alma, vosso espírito e vosso dia a dia na Terra. É preciso muita atenção e muito cuidado ao colocá-los em evidência, e não é tão simples para compreendê-los. Expero que eu possa auxiliar. Iniciaremos com o chakra básico, que fica localizado na base da coluna. 

Este chakra fala sobre sua relação com as bases. Base familiar, passado, histórico, aprendizados, profissional, e é extremamente relacionado à matéria e ao plano físico. É a conexão entre o céu e a Terra. Este chakra quando desalinhado pode causar dores na base da base da coluna. Quando sente-se resistência à mudança ele também pode se manifestar com dor. Do ponto de vista espiritual, este chakra desarmônico causa infelicidade, desmotivação e insatisfação crônica. A sua cura pede por acesso ao passado, cura da figura masculina e aceitação do plano terrestre. É indicado que traga-se movimento para esta região, para que a energia transcorra com mais facilidade. Não há cura sem movimento interno de mudança e transformação. 

Chakra 2 é o chakra que vos conecta com vossa alma, que traz vosso passado kármico, aprendizados e crenças. É a figura da mãe, da filha, do feminino e da sensibilidade. Se este chakra está doente, senti-vos com baixa auto-estima, pouco amor próprio e insegurança. Para tratá-lo é necessário que façais atividades que vos deem alegria, que gostem e que se sintam bem, para que iniciai vosso reencontro com vossa essência. Curar a relação com a mãe é essencial. 

Chakra 3 é o plexo solar. Vamos fazer uma analogia. O chakra 1 vos conecta com a Terra. O chakra 2 vos conecta com vossa essência, e o chakra 3? Este vos conecta com o externo. É a forma como vós vos conectais com o mundo externo. A forma como exprimi a vossa energia e a forma como recebeis a energia externa. É o “filtro da máquina de lavar roupa”. É preciso mantê-lo limpo, caso contrário, energias que não são suas permanecem em vosso corpo. Sintomas de filtro sujo: impaciência, nervosismo e tristeza sem motivo. Mas atenção, nem tudo é externo. A desconexão convosco mesmo (chakra 2) fará com que exponhais ser o que não são. 

“Chakra 4 é o grande conector entre os chakras inferiores (referente a todas as bases físicas do ser humano) com os chakras superiores (de menor densidade). O chakra cardíaco é o grande responsável pelo desenvolvimento de sentimentos elevados como a misericórdia e o perdão. Aos que guardam rancor, mágoa e tristeza tendem a sentir o “coração apertado”. Para tratar, basta querer elevar os sentimentos. É necessário esforço e dedicação. Colocar-se no lugar do outro é o primeiro passo para o perdão. Aceitar que todos são passiveis de erros, é o segundo passo. Atentem-se. Curem. Evoluam.”

“Chakra 5 é o chakra da comunicação. É a forma como vós vos comunicais. É a forma como espressais vossos sentimentos. Para uma comunicação clara, límpida e amorosa, vosso chakra laringeo deve estar conectado com vosso chakra cardíaco. Se tendes dificuldade em ser agradável ao vos comunicar é porquê há ferida em vosso coração e o vosso laringeo conecta-se com vosso chakra mental para falar. Atenção à cura e a suavização da sua fala. 

“Chakra 6 é o Mental. E também a intuição divina. Estar em harmonia com este chakra é saber dosar o racional humano com a intuição de alma. Sintomas de estresse, ansiedade e depressão geralmente tem predominância racional e desarmonia espiritual. Este é o chakra da sanidade mental. Àqueles que têm maus pensamentos com frequência tendem a ser infelizes e predispostos a doenças psíquicas. O uso de remédios alopáticos podem ser recomendados para auxiliar na harmonização.”

“O chakra 7 é a conexão com o todo, com Deus, com a luz. Como preferirdes chamar. Este é o centro mais poderoso energético que tendes e qualquer um de vós é responsável por mantê-lo aberto. Sem fé este chakra reprime a luz e desconhece-a como fonte de energia. O recomendado é manter práticas de oração e meditação para fortalecê-lo.” 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: