Fármacos psicotrópicos – antidepressivos, ansiolíticos, calmantes e outras



No artigo anterior falamos sobre as drogas psicoativas, “naturais” como cogumelos, ayahuasca, maconha e drogas sintéticas como álcool, anfetaminas, LSD e muitas outras. As substâncias que serão citadas hoje, são fármacos com ação no sistema nervoso central que apresentam grande importância no tratamento de diversos distúrbios psiquiátricos (depressão, ansiedade, esquizofrenia, etc.). Do ponto de vista espiritual, este primeiro grupo de drogas citadas no artigo anterior, abrem o nosso campo áurico e prejudicam o nosso corpo etérico. Já os medicamentos psicotrópicos tendem a fechar o campo espiritual.
As drogas alopáticas que hoje conhecemos como antidepressivos, antipsicóticos e ansiolíticos, etc, têm efeito direto no corpo físico e podem trazer sensações de alívio emocional devido a normalização da produção de determinados neurotransmissores. Sabemos que muitos usuários reclamam da utilização destes medicamentos, seja pelos efeitos colaterais, seja pelo preconceito ou até mesmo pelo vício. Sendo assim, muitas vezes, drogas tidas como “naturais” e aparentemente menos ofensivas como a maconha e a ayahuasca ganham espaço para serem utilizadas em tratamentos similares. Mas a verdade é que, do ponto de vista espiritual, estes medicamentos de farmácia podem sim ser indicados em casos de negligência espiritual, principalmente durante a evolução crônica de uma doença, como visto em casos de depressão, ansiedade, bipolaridade e esquizofrenia. No entanto, apenas é indicado esses tratamentos quando o paciente não possui mais controle e acesso de seu corpo emocional e espiritual. Ou seja, ele perde a capacidade de lidar com seus sentimentos e emoções, inviabilizando uma qualidade em tratamentos com terapias holísticas e/ou convencionais.
Até onde sabemos, em ambos os casos, tanto em relação aos usuários de drogas naturais quanto em relação aos usuários de drogas alopáticas, a indicação demonstra distúrbios similares, como mediunidade desregulada e dificuldade em lidar com sentimentos e sensações. Desse modo, acreditamos que em alguns casos não há motivo para preconceito com remédio sintético. Mas sim o contrário, pois deveríamos assumir que em ambas situações, estamos com dificuldade de lidar com os problemas da vida. Alguns escolhem tratar com antidepressivos e ansiolíticos enquanto outros escolhem a maconha por exemplo, para aliviar a sensibilidade e ansiedade. O grande diferencial é que as substâncias “naturais” psicoativas tendem a prejudicar o campo espiritual imediatamente, enquanto as substâncias alopáticas tendem a fechar, funcionando muitas vezes como um auxílio imediato.
É claro que devemos estar sempre cientes dos efeitos adversos da alopatia. E também buscar em paralelo ou até mesmo antes da doença física se instaurar, curas orientais e vibracionais com intuito de inviabilizar a necessidade de tomar uma medicação.
Além de animais, somos seres completamente mentais, emocionais e intuitivos. Portanto todos estes pontos devem estar em equilíbrio: o corpo, a mente e as emoções. Assim, uma alimentação saudável, atividades físicas diárias, atividades artísticas, entretenimento, tomar sol, relações de afeto e práticas de devoção. Tudo isso deve estar presente na nossa vida para impedir a necessidade de tomar uma droga seja ela sintética ou não. O problema é que quando temos uma doença espiritual, mental e/ou emocional, não conseguimos desenvolver essas atividades tão importantes e necessárias para o nosso dia a dia, principalmente quando o corpo físico já foi afetado, tornando tudo ainda mais difícil. E é principalmente nestes casos que o remédio pode ser uma opção. Porém, apesar de falarem que as medicações psicoativas naturais são menos ofensivas e mais eficazes que as sintéticas, não concordamos, pois temos uma visão diferente, já que existem padrões repetitivos e completamente danosos que foram observados durante o nosso trabalho. Através de nossas energizações concluímos que a utilização de alucinógenos naturais como cogumelos, ayashua e a maconha, independente da dose, afetam o chakra coronário, interferindo diretamente na proteção espiritual do indivíduo. Enquanto que os fármacos psicotrópicos possuem quase que o efeito contrário, gerando bloqueio via chakra frontal.
Concluindo, vimos que os tratamentos alopáticos são menos ofensivos em relação aos tratamentos com psicoativos naturais tratados acima quando falamos da parte espiritual. Além disso, existem egrégoras e seres que atuam em algumas substâncias como os cogumelos, a ayahuaska e a maconha. É como se após aquele uso você fizesse parte de um time e que esse time irá ter livre acesso à sua vida, aura e energia. É claro que em algum momento nós podemos encontrar um alívio espiritual e emocional neste trato, pois ocorreu uma troca, mas essa troca possui um preço. Outra questão é que este trato ocorre por detrás de leis universais e principalmente da lei do karma. É pura corrupção, eu diria. Por isso cuidado com a autossabotagem.
Não estamos defendendo a indústria farmacêutica em hipótese alguma, mas estamos cientes sim que muitas vezes a medicina, biomedicina e outras áreas correlatas trazem benefícios e facilidades para muitas vidas e para a sociedade como um todo. O grande problema é a ganância das indústrias, o vício dos consumidores e a negligência dos colaboradores, pois a exemplo, muitas vezes somos obrigados a prescrever uma medicação que não é indicada para o paciente visando apenas o lucro. Eu mesma já fiz parte desta dinâmica desprezível, como médica veterinária.
Acreditamos que para entrarmos na nova era de ouro, precisamos rever muitos conceitos, e tentar entender as nossas dificuldades mais a fundo, para encontrarmos as soluções. A vida é imperfeita para todos, mas é exatamente através desta imperfeição que obtemos os nossos aprendizados. Os problemas fazem parte do dia a dia, mas eles não devem, de forma alguma, tomar o controle da nossa vida. Somos responsáveis pelas nossas escolhas, e o planeta Terra ainda oferece muita ilusão, que será dissolvida com o passar do tempo.


Bjs, Chris e Mari

Drogas – e as suas consequências espirituais

Hoje vamos falar sobre drogas, e as suas manifestações no corpo humano. Do ponto de vista físico, emocional e mental, já temos muitos estudos e comprovações sobre os danos que estas substâncias causam no corpo. Aqui falaremos sobre as consequências espirituais e a responsabilidade individual da alma que hoje habita corpos humanos.

A escolha de abrir nossos corpos para substâncias nocivas reverbera em consequências visíveis aos nossos olhos, e outras nem tão visíveis assim. Sendo estas substâncias naturais ou não, todo produto que quando consumido altera o mecanismo orgânico dos corpos humanos, são consideradas drogas, no nosso ponto de vista. Falamos de crack, cocaína e ectasy, mas também de maconha, cogumelos, ayahuasca, álcool ou similares. Acreditamos que alguns alteram determinadas funções corporais, e outras alteram outras, variando também a depender da quantidade consumida, e da frequência a qual é ingerida.

Drogas utilizadas a longo prazo, além de causarem demência espiritual, podem ocasionar fraturas na alma. Quando utilizamos drogas, de praticamente qualquer tipo, além de causarem a já conhecida “abertura do campo áurico”, causa feridas profundas na alma, e machucados irreversíveis a curto prazo. Ou seja, a utilização de drogas é uma manifestação voluntária de automutilação. 

Existem inúmeros motivos que levam as pessoas a escolherem as drogas como um caminho de fuga de sentimentos, estímulo de prazeres, alívio mental ou físico. De acordo com os nossos estudos, o caminho das ilusões sempre foi considerado como a melhor opção ao longo das gerações vividas na Terra. A falsa sensação de bem estar, de diferente alcance emocional, ou simplesmente de sentir aconchego, levam as pessoas a recorrerem às drogas com mais frequência. Elas sentem-se compreendidas, acolhidas ou menos julgadas, principalmente quando se juntam a um grupo com hábitos similares. O grande problema das drogas é que, assim como outras mentiras que a Terra recebe, é que toda a realidade que ela cria, é na verdade ilusória. Toda a sensação que ela provoca, não existe, ou não deveria existir. Existem questões kármicas, emocionais, físicas, psíquicas, mentais, que estão sendo burladas todos os dias por milhões de pessoas, todos os dias. 

Enfrentar as dificuldades da vida terrena é o maior desafio humano, mas também a única razão da existência da humanidade. Ninguém está aqui se não for pra evoluir. Ninguém veio à Terra, à exceção de grandes seres de luz, sem que seja para aprender. A não ser que você seja um grande avatar, você também está aqui para evoluir. Assim como eu, e assim como todos nós. E todos sabemos o quanto pode ser difícil e sofrido viver na Terra, sabemos das injustiças, das incoerências e de tudo o que aparentemente está errado neste planeta. Porém, precisamos começar a acreditar que existe uma ordem por trás do caos. Existe ação e reação. Tudo o que nós fazemos em vidas passadas, está gravado em nossa alma, e o universo funciona em perfeita sintonia de fazer e receber, na mesma proporção. É física, não existem argumentos suficientes para derrubar esta lei universal. A grande questão é que às vezes o retorno das nossas ações, podem demorar pra voltar. Assim como o retorno das ações das outras pessoas. Então quando nós sofremos alguma perda, ou uma dificuldade, ou um grande problema aparentemente impossível de resolver, devemos sempre nos lembrar do karma. Karma é o simples retorno de uma energia que foi lançada ao universo em algum momento passado. Ou seja, perder um filho, por exemplo, por mais doloroso que seja, pode ser um aprendizado necessário para determinada alma, como a do pai e/ou da mãe. E escolher utilizar shakes de cogumelos ou qualquer outra substância para aliviar a dor, ou para tentar entrar em contato com o espírito deste filho, por exemplo, como mostra o seriado “Os 9 desconhecidos”, é simplesmente criar uma ilusão em cima de algo que poderia estar já suposto a acontecer. Não temos acesso a todo o passado das inúmeras vidas que tivemos, e nem às vidas passadas das outras pessoas, e sendo assim, é impossível garantir e responder o porquê as coisas acontecem do jeito que acontecem. O que podemos garantir aqui, é que apesar de não parecer, existe uma ordem cósmica muito maior, por trás das nossas humildes vidas terrenas. E sendo assim, qualquer tentativa de viver uma ilusão pode atrasar não somente a evolução desta alma, como também a evolução e os aprendizados de outras almas envolvidas, que passam por sofrer inocentemente, aumentando assim o karma daquele que escolheu burlar o seu aprendizado.    

O nosso corpo espiritual, por sua vez, além de gravar nossas vidas passadas, grava também nossos dons, habilidades e feridas profundas. Nosso corpo etérico são as nossas profundezas, é a nossa melhor parte, mas com os machucados das inúmeras experiências terrenas que vivemos. Quando utilizamos drogas, este corpo passa a sofrer inúmeras influências. Desde a formação de aliados espirituais de baixa frequência, conexão com espíritos interesseiros, pactos, contratos, chegando até o nível de completa abnegação do espírito, quando se permite a livre entrada de outros espíritos neste corpo que escolheu utilizar drogas. A utilização de drogas é como se fosse um cartão de acesso espiritual. Qualquer droga abre o campo áurico, inclusive o álcool, e permite que espíritos e outros seres se aproximem. Esta alma que escolhe a droga para apaziguar suas sensações, está de certa forma, descontente com a sua vida na Terra, e assim, menosprezando a sua chance de vida e abrindo seu campo para outros seres que tenham interesse na vida, se aproximarem. Existe muito além do que se vê, e muito além do que já estudamos até aqui. Mas o que temos certeza é de que qualquer substância que demonstre ingratidão do espírito encarnado, abre portas para seres de baixa frequência se aproveitarem destas almas e destes corpos. E é isso que chamamos de irresponsabilidade individual, e futuramente, de consequências kármicas.      

O que sabemos até aqui sobre o álcool: abre o campo áurico, abaixa a proteção espiritual e assim permite que espíritos e seres de baixa frequência se aproximem. Dependendo da mediunidade que a pessoa tem, estes seres conseguem agir através da pessoa que está consumindo a  bebida. Com o frequente uso, inúmeros pactos com estes seres podem se firmar, causando codependência espiritual e domínio emocional. Somente  cessando o uso do álcool e tratando os corpos espirituais e emocionais que será possível restaurar a integridade desta alma em seus corpos inferiores.

E sobre a maconha? Sabemos que a utilização de ervas que abrem o campo espiritual, como maconha e ayahuasca, abre também o corpo mental. Ou seja, estas ervas além de proporcionarem a abertura áurica assim como o álcool, também despertam traumas, dores, vidas passadas e habilidades desta alma encarnada. A ilusão que estas drogas oferecem é de que podem estar ocorrendo curas ou encontros consigo mesmo ou com seu lado artístico. O que não vemos são as condições espirituais para que isso aconteça. Quando o acesso não é realizado de forma natural e consciente, podemos garantir que existe interferência espiritual de seres que estão facilitando este acesso. Geralmente quem busca este tipo de droga é porque tem uma sensibilidade energética e busca um descanso espiritual, o que complica a situação. O recomendado aqui, além de cessar a utilização destas ervas, é o tratamento espiritual e psíquico. Muitas vezes um tratamento alopático pode auxiliar, dependendo do caso.

Os cogumelos, e outros alucinógenos, também abrem o corpo etérico e o mental, assim como as ervas. A grande diferença deste elemento é que ele traz demência espiritual, com o frequente uso. Os cogumelos têm uma propriedade que adoece o corpo espiritual, deixando a pessoa com menos consciência e controle sobre seus corpos.    

Enfrentar os nossos problemas e os nossos sentimentos, pensamentos, desilusões e etc são a nossa maior dificuldade enquanto encarnados. Mas encontrar a solução no uso de drogas não deveria ser uma opção, já que envolve a criação de mais feridas do que as que já existem. Além delas não estarem oferecendo a cura que os usuários muitas vezes acreditam, elas estão despurificando os corpos inferiores, criando karma e afastando estas almas de seus propósitos divinos. A evolução na Terra pode ser escolhida de forma mais leve, pacífica e controlada, se escolhermos o caminho da fé e do amor. Mas esta evolução pode ser doída, sofrida e lenta, caso a gente escolha um caminho sombrio e ilusório.  

Nenhuma droga é recomendada por este canal. Nós não acreditamos no uso de nenhuma substância que altere a consciência humana. Aos que tem mediunidade, curiosidade, ou que aos que buscam a cura de suas emoções, a resolução de seus problemas e o relaxamento do dia a dia, recomendamos outras ferramentas. O corpo humano é perfeito, e a vida na Terra oferece fontes naturais de cura. Para enxergarmos, é necessário que passemos a ver a vida com outros olhos. 

Estamos preparando um curso que será lançado em breve, com técnicas de autocura para quem tem sensibilidade energética. Precisamos começar a usar as nossas ferramentas naturais e divinas a nosso próprio favor. E aceitar ajuda quando estamos precisando recomeçar. 

Até breve pessoal! 

Abs, Mari e Chris

Ayahuasca – do ponto de vista espiritual

Ayahuasca – do ponto de vista espiritual 

*Este texto não tem o intuito de criar polêmica, julgar ou reprimir a utilização deste chá. Existem relatos sobre uma possível melhora nos corpos físicos, emocionais e mentais daqueles que fizeram uso desta substância. Aqui falarei somente sobre o que ocorre no corpo etérico durante a sua utilização.

Ayahuasca é a separação entre o corpo e o espírito. Além de abrir a barreira do inconsciente e acessar memórias, traumas e facilitar confissões e perdões, ela também abre uma barreira espiritual. Pode ser comparada à uma experiência de pré-morte, que pode trazer cura, limpeza e leveza emocional. 

Enquanto acontece esta cura e renovação destes três corpos que chamamos de físico, emocional e mental, acontece a libertação do corpo etérico, ou corpo espiritual. O corpo etérico é como se fosse desgrudado dos outros corpos e liberado para partir.

Quando desgrudamos o corpo etérico dos outros corpos, acontece o que podemos chamar de viagem astral, desdobramento, ou simplesmente “sair do corpo”. Isso pode acontecer de forma consciente, com propósito, ou de forma induzida

A ayahuasca promove a indução da retirada do corpo etérico. Esta indução é caracterizada pela aceitação do indivíduo em libertar o seu espírito. Esta aceitação geralmente acontece com corpos espirituais que já estão cansados, desmotivados e descontentes com a vida atual. Com esta aceitação, acontece a oferta do espírito. O indivíduo oferece o seu espírito como forma de pagamento pela cura dos outros corpos. É como se fosse uma troca. Esta troca acontece entre o indivíduo que busca pelo ritual e os espíritos que se apresentam no local. 

Os espíritos envolvidos podem variar, de acordo com os mestres que estão conduzindo o ritual. Geralmente são espíritos de xamãs, que são aqueles que podem oferecer alguma cura. Podem ser também outros espíritos, dependendo do local onde o chá é tomado. 

Quando ocorre a libertação do corpo etérico, o campo áurico é aberto, e dá espaço a outro espírito entrar. A sensação de libertação ou de renovação após a utilização da substância acontece justamente por conta da troca de espírito. 

Conforme as pessoas vão utilizando mais e mais vezes o Ayahuasca, mais cura ela pode receber a nível físico, emocional e mental, como também mais troca de espíritos no campo etérico. Quando o espírito cansa do corpo o qual ele está, ele aceita a troca e busca por ela.

Para esta desistência espiritual acontecer, é preciso permissão da alma que está encarnada. Esta alma, conferiu permissão ao mestre ou aos espíritos do local para que levassem seu espírito, concedendo o seu corpo etérico como residência a um próximo espírito. 

Esta alma, então, aceita a troca de espírito. E assim, ocorre a separação entre o corpo e o espírito. Crises de personalidade, alteração no humor ou bipolaridade são sintomas básicos daqueles que aceittaram esta troca espiritual. 

O ritual da Ayahuasca não é a única forma que existe para acontecer esta desistência espiritual. Outros locais, outras drogas e outros mestres podem oferecer a mesma experiência. 

A prática do Ayahuasca é espiritualmente ilícita, e não atua em acordo com leis universais e preceitos Crísticos, causando aos indivíduos karma por desistência e fraqueza espiritual. Geralmente acontece com pessoas que estão com muita dificuldade de assumir as dificuldades impostas pela vida. Pessoas que já tem karma diante de alguma adversidade e optam pela desistência espiritual, podem frutificar o karma e torná-lo mais evidente para a próxima encarnação, se assim houver. 

Os xamãs e espíritos envolvidos nos rituais de Ayahuasca são geralmente seres que buscam corpos para encarnar ou corpos para dominar. Estes seres são apegados à Terra e ao poder e geralmente não querem subir para o seu juízo final, e assim continuam no plano material, burlando assim, as leis divinas. Eles utilizam dos seus dons de cura e de magia para conquistar as almas encarnadas. Eles oferecem alívio emocional, físico ou mental em troca de uma conivência espiritual.   

É uma prática que infelizmente ainda acontece no plano físico, mas que em breve deverá ser extinta, com a chegada de seres de luz na Terra que saberão o que devem fazer. Estes seres que praticam estas facilitações espirituais serão cassados e encaminhados para julgamento. As almas inocentes serão libertadas e as almas consideradas culpadas serão encaminhadas para ensino e reabilitação. O karma oferecerá cura e transformação àqueles que se submeteram ao erro. 

Aos que já fizeram o uso da substância é recomendado que desenvolvam a fé e a gratidão. Se os sentimentos forem elevados, e as práticas forem de compaixão e caridade, é possível que o karma já seja contabilizado nesta mesma vida. Ser grato à vida que se tem, às facilidades recebidas, e até mesmo às dificuldades que trouxeram aprendizado. A elevação do espírito quando em oração pode trazer a iluminação dos corpos inferiores e o fechamento da aura. 

E aos que buscam cura espiritual, o recomendado é que se busque oração, fé, amor e discernimento, para que não desistam desta encarnação. Práticas de limpeza energética, conexão com anjos, arcanjos e grandes seres de luz devem ser utilizadas. Médius precisam desenvolver a mediunidade de forma orientada, com paz, amor, ritmo e constância. O desespero e o desequilíbrio emocional desencadeiam doenças espirituais com frequência. Terapias que acolhem, que transformam e que orientam são essenciais aos buscadores da cura. Manter o corpo físico vivo, o corpo emocional equilibrado, o corpo mental calmo e o corpo etérico elevado são as grandes chaves para a felicidade. 

Quando a humanidade desenvolver a fé, os corpos etéricos estarão mais bem cuidados e alinhados. É a falta de fé que faz com que as pessoas façam escolhas erradas. 

Mas sempre é tempo de se alinhar, de se recuperar, e de acreditar. 

Se você não dá valor à vida que tem, outros espíritos podem se interessar em utilizar o seu corpo. Mais atenção, dedicação, amor, fé e mais devoção. 

Mariana Walter

03/01/2022

09/05/2021 – Mestre Serapis Bey

    “Olá, amados seres humanos. Sou Serapis Bey e hoje trago-vos a força do raio branco. A chama branca atua com perfeição nos momentos mais solenes da existência. A chama branca contempla, constrói, aprende, ensina e orienta. A chama branca fortalece a paz que o Santo Ser Crístico oferece aos habitantes da Terra. Como sabeis, a alegria da vida na Terra é composta por inúmeras tentativas de alcançar a felicidade. O homem passa a vida tentando alcançar a felicidade. É imprescindível que a vitória seja alcançada o maior número de vezes possível ao longo de vossas existências. Sabemos o quanto difícil é para vós sentir a plenitude da vida, as verdades da alma, e a pureza da sabedoria divina. Mas é preciso seguir com a busca. O que vos leva a felicidade não é o ponto de chegada, nunca será. O que vos leva a felicidade é o ponto de partida. Portanto, entendeis que o despertar para a busca de vossa verdadeira felicidade é o mais importante passo que vós dareis em direção a vossa felicidade. Onde houver a busca, haverá esperança. Onde houver esperança, haverá a fé. E onde há fé, há amor, alegria e verdade. Sejais o mais verdadeiros que puderem ser convosco mesmos, e jamais deixeis de ser felizes. A dádiva da vida deve ser regozijada em todos os dias de vossa existência. E o regozijo encontra-se na busca diária e eterna. Há muito o que se viver nesta vida, enquanto encarnados. E assim, há muito para evoluir, conquistar, construir e assim, se despedir. A vida é a própria existência da chama branca. A vida é abençoada simplesmente pela sua existência. Então todos vós que hoje tendes a chance da vida, abraçai-a com fé e dignidade. E a todos que tiveram a chance de viver esta vida na Terra, abençoados são, e sempre serão. Cada um escolhe o quanto quer evoluir, fazer, construir e contemplar. Assim é a vida, como um campo de flores a serem cuidadas, observadas, que nos fazem aprender, e evoluir. Como diferentes flores, cada um de vós são seres únicos. Aos que ficam, e aos que partem. Nunca haverá outro ser exatamente igual a vós, e por isso vossa singularidade é tão valiosa, e deve ser convertida em unicidade e completude, quando se juntada a outras flores, que pertencem a um mesmo jardim. Sejais o melhor jardineiro deste jardim, e valorizai todas as flores que vos ensinaram a amar, a aprender, a buscar, a transformar. Cada flor vos trará uma lembrança, e às flores que se vão, deixarão os eternos perfumes, em formato de aprendizados, constantemente em aprimoramento. E assim virão outras flores, não para substituir, mas para somar à vossa evolução e à vossa existência. Parabenizo hoje todas as flores que hoje vibram ensinamentos, amor e verdade, e também à todas as flores que já se foram, e deixaram marcas na terra que pisaram, facilitando assim o crescimento de outras flores. Lembrai-vos de arar a terra, e sempre colocar mais adubo, para que as próximas flores tenham força para florescer vossos jardins. Colocai também a magia da fé, e permiti assim que a verdade de Deus se resplandeça toda vez que estas flores receberem o sol, a chuva, o vento e o amor. Que o amor divino preencha vossos corações hoje, e que vós permitais que estas flores nasçam, cresçam e se despeçam, no tempo certo, com as bençãos da gratidão e do louvor. Eu hoje vos abençoo, e vos desejo bons ensinamentos. A vida é uma série de aprendizados, e enquanto houver flores, haverá esperança, e enquanto houver nascimentos, haverá novas cores. Permiti que novas cores preencham sempre vosso campo, e jamais permiti que falte água para estas flores. Sejais o melhor contribuinte para esta jornada das flores, oferecendo a vossa existência como canalizadores de amor, paz e alegria. Que vosso jardim vos traga mais flores, mais aprendizados e mais renovação. Que assim seja.”  

Canalizado por Mariana Walter em 09/05/21 às 12h

13/04/2021 – Carta de Kuan Yin

“Amados, sou Kuan Yin. Posso vos auxiliar em vossas questões emocionais pessoais, a qualquer momento. Eu muito entendo sobre o corpo humano, suas falhas e desatenções. Sei o que falta dentro de cada um de vós para que vossos órgãos estejam saudáveis e bem constituídos. Trago-vos sempre luz e discernimento sobre qual ponto deveis colocar vossa atenção e para qual cura vós necessitais. Muito entendo sobre as emoções humanas, e a frequência que elas emitem. Sei muito bem o quanto transformadoras elas podem ser, e também o quanto destruidoras elas também podem ser. Peço-vos atenção, queridos amigos. Peço-vos cuidado. Aos que cuidam demais de vossos corpos espirituais, não vos esqueceis de vossos corpos físicos. Aos que cuidam demais de vossos corpos emocionais, não vos esqueceis de vossos corpos espirituais. E aos que cuidam demais de vossos corpos físicos, não vos esqueceis da profundidade de vossa alma. O ser humano é um ser completo, perfeito e harmônico, quando se está em paz. Mas enquanto vivos, no ambiente terrestre, no mundo das emoções positivas e negativas, é preciso esforço. E quando eu digo esforço, é porque quero dizer muito esforço. Aqueles que se esforçarem alcançarão o equilíbrio entre as emoções, e assim, a tranquilidade da alma. Aos que não se esforçarem, provavelmente vos restará o desequilíbrio. Lembrai-vos, queridos, que vossa felicidade está no equilíbrio. Nem muito para lá, nem muito para cá. Buscai cuidar de todos os vossos corpos, e sem exceção, dar a devida atenção a todos eles. A vossa busca é para a plenitude. E o vosso merecimento vos trará facilidades ou complicações. Mas de toda forma, todos podem ter acesso a felicidade, basta querer e se dedicar. A dedicação é crucial para vosso bem estar geral. Sejais sempre e em todas as horas a busca pelo equilíbrio, e assim, alcançarão a perfeição. Sem pressa, mas com direção. Eu vos abençoo.”

01/04/2021 – Mestra Nada

“Amados filhos, queridos amigos e irmãos. Sou Nada, e venho até vós nesta noite para vos abençar e vos purificar. A cada um de vós, ofereço a minha rosa, de tom rosado. Eu coloco esta rosa dentro do coração de cada um de vós. Adentro o vosso espírito e vos purifico. Intensifico o amor Crístico, e solicito o encontro de vossa essência. Que a vossa essência a partir de agora conecte-se a esta rosa, desde o momento que vós acordais até o momento que vades dormir. Que esta rosa represente o puríssimo amor divino. Que esta rosa vos relembre todos os dias a importância do amor ao próximo. Que esta rosa vos preencha de compaixão, e também de misericórdia. Todos vós sois capaz de perdoar. Todos vós sois capaz de recomeçar da forma que acharem melhor. Podeis reiniciar agora com o perdão já estabelecido em vosso coração. Sois capaz de tentar? Se sois capaz de tentar, sois capaz de conseguir. Imaginais agora todas as pessoas que ainda precisais perdoar. PAUSA. Agora, oferecei esta rosa que eu acabo de vos dar, para eles. Oferecei a vossa rosa do puríssimo amor divino para cada um deles. Olhai dentro dos olhos deles e oferecei esta rosa. PAUSA. Agora, levantai-vos de onde estão, e ide em busca do tempo perdido. Se sois capaz de perdoar, sois capaz de recomeçar tudo em vossa vida. Estais todos a partir de agora limpos, límpidos e imunes. Sois mais fortes que as guerras, mais fortes que a discórdia, mais fortes que a repressão. Vós sois a pureza do amor divino e a plenitude do ser Crístico em atividade. Se sois filhos de Deus, o nosso grande Criador, sois capaz não só de perdoar, mas de oferecer a vossa vida em nome de Cristo, o nosso salvador. Eu agora, reponho a rosa em cada um de vossos corações. PAUSA. Vistes? Quanto mais vós doais, mais recebereis. Quanto mais vezes vós doardes esta rosa, mais chances tereis de recebê-la novamente em vossos corações. A fonte do amor é inesgotável. Basta que praticais o puríssimo amor divino em vossos corações. Vós sois capaz de retornar ao grande sol central em qualquer momento de vosso dia, para conquistar uma nova rosa. Cedei, amados, cedei. De nada adianta segurar a rosa somente para vós, sendo que ela perecerá. Adquiris sempre novas rosas. E oferecei sempre a oportunidade de receber a rosa. Quem não tem acesso ao divino, não sabe o que é ter uma rosa no coração. Portanto, o vosso dever é serví-los, com a rosa que nós vos concedemos. O puríssimo amor divino é inesgotável. Se aprenderdes o caminho do meio, sempre sabereis onde conquistar vossas rosas. Se estejais prontos para vencer, conquistais rosas todos os dias de vossas vidas, e as distribuí, para todos, sem olhar a quem. Sois capaz de conquistar novas rosas a todo momento. Basta crer. Basta querer. Basta buscar, e merecer. Assim é, assim sempre foi, e assim sempre será. Sou Nada, e vos ofereço uma nova rosa, para que assim, possais retornar com maior frequência a nossa energia pura do amor. Espero por vós, no momento que quiserdes, no momento que precisardes. Amém.”

29/03/2021 – Mestre Kuthumi

“Olá, queridos humanos! Darei-vos as boas vindas à minha energia. Eu Sou devoto de Cristo, nosso amados filho de Deus, o grande Pai. Sou devoto do poder do estudo, da disciplina e do conhecimento. Trago-vos hoje maior orientação e discernimento sobre vossas escolhas. Ainda há muito que não sabeis, queridos filhos. Ainda há muito que não vivenciastes. É preciso mais paciência, mais amor, mais compaixão e piedade. Para poder prosseguir com a diversidade humana, é necessário mais compreensão. Queridos, não mais julgais uns aos outros. Vós não tendes este poder. Não mais culpais uns aos outros. Vós não sabeis a vida de cada um. Não mais atrapalhais o caminhar de vossos irmãos. Onde não puderdes amar, não vos estabeleça. Onde não puderdes aceitar, compreender e auxiliar, não causais mais discórdia e incompreensão. O mundo humano ainda precisa de mais fé. Mais coragem, mais benevolência e mais assertividade. De vez em quando o homem acerta, mas ainda é bastante raro. Portanto, amados, devagar em vossos julgamentos. Jesus não julga. Lembrai-vos sempre dele e dos ensinamentos que ele vos deixou. Se Jesus, o Cristo, não vos julgou, como podeis vós, vós julgarem uns aos outros? Amai mais, amados. Sejais mais amor, mais cura e mais aceitação. Deixai que as imperfeições humanas vos ensinem o poder da piedade. Nada além disso. Apenas isso. Devagar, amados, devagar. Nós vos amamos e vos compreendemos. Eu vos abençoo. “

26/03/2021 – Lord Maitrya

Amados filhos da luz, seres de luz. A todos que estão aqui presentes nesta noite de luz e salvação, agradeço pelo chamado. Há muito tempo que participo de momentos de transição do planeta terra, e este é mais um destes momentos de cura e ressignificação. Aqueles que sentem- se preparados para vivenciar a verdade divina , aproximai-vos. Aos puros de alma e de amor, preparai-vos. Muitas coisas estão mudando na Terra, e a forma como vós vedes esta grande mudança é o que vos sustentará. Não adianta remar contra a maré, não é mesmo? Não adianta insistir em padrões que não mais vos preenchem. Não adianta serdes quem não sois. Quem hoje está encarnado precisa encontrar a felicidade em todas as coisas. Os tempos estão mudando, e os hábitos também. Aquilo que antes parecia importante, não mais é agora. A partir de agora tudo será diferente. Buscai a vossa felicidade sendo exatamente quem sois. Não mais fugi de vossas verdades, de vossos propósitos ou imperfeições. Encarai todos eles com coragem, força, cautela e buscai a vossa cura. Não sejais mais quem fostes no passado. Sede a partir de agora um novo ser. Sede a partir de agora, vós mesmos. Buscai a vossa felicidade, amadas almas, e deixai que o restante nos cuidaremos por vós. Que assim seja.”

23/03/2021 – Sanat Kumara

“Bem vindos, amados, a nova era cósmica de luz. A partir de agora, entrastes no ano de nosso amável e adorado planeta Vênus, que muito desperta o amor, o perdão e a conquista. Vênus tem a força do amor, da piedade e da resolução. O lado feminino que todos vós podeis aflorar. O lado sensível e artístico. O lado sutil, delicado, intuitivo e sensato. Vênus traz força com leveza, traz amabilidade com clareza e benevolência. Senti-vos agora, queridos seres em evolução, a força do amor divino. Acreditais a partir de agora, que o amor poderá vos salvar. Somente o amor vos salvará. E este ano que se inicia para vós, queridos humanos, poderá vos fazer menos racional, menos sério, menos convicto, menos teimoso, menos humana, e mais bicho. Lembrai-vos dos animais, eles vibram amor, vibram leveza e perfeição. Os animais são menos racionais porém mais amorosos que muitos humanos. Portanto, aprendam com os animais. Eles vieram antes de vós, e pertencem ao mesmo planeta que vós, portanto, eles tem a mesma importância. O ser humano precisa de mais tranquilidade, mais satisfação, mais contemplação e mais amorosidade. Aprendam com vossos semelhantes, mas aprendam principalmente com aqueles que mais se diferem de vós. Todos tem algo a ensinar. E todos vós, tem algo a aprender. Devagar, em silêncio, com sabedoria, e força emocional. Sejais mais puros, e aproveitai a energia de Vênus a vosso favor. Orai amados, e sereis todos abençoados. Sejais todos bem vindos a energia que cura com o puríssimo amor divino. Sejais todos, abençoados. Hoje, e sempre. “

18/03/2021 – Mestre Buda Gautama

18/03

Amados. Hoje é dia de celebração. Hoje é dia de celebrar pela vida. A cada um de vós, que hoje sente-se vivo, saudável, integro, completo e feliz: celebrai. Quanto mais feliz fordes, mais próspero, humilde e devoto, mais luz vós sereis aptos a canalizar. Aqueles que sabem a importância do silêncio, da observação e da contemplação podem perceber a diferença que estas sensações trazem para vosso entorno. A cura está dentro do coração de cada um de vós. Estejais aptos para recebê-la. Se quereis auxiliar os vossos irmãos, levai força, alegria, coragem e diversão. Não sejais coniventes aos baixos sentimentos que os seres humanos se forçam a sentir. Vós não necessitais vibrar no medo, na angústia, nas difamações ou na pena. Não sejais como eles. Sejais puros, amados. Quem tem fé, tem força. E quem tem força tem o poder de transformar a vibração energética do local onde vós morais, do local onde vós trabalhais, e principalmente das pessoas que vós contatais. Portanto, amados filhos da luz, sejais a perfeição diante dos desafios da vida. Sejais a pureza. Sejais a esperança. E transformai todo o vosso entorno em energia elevada. Vós tendes o poder de transformar uma cidade por completo se assim vós vos dedicardes. O que eu vos falo é para que libertai-vos. Libertai a vós mesmos e libertai os vossos irmãos. Não vivenciai a dor com sofrimento. Não compartilhai ódio, inveja, medo ou insegurança. Sejais o que o mundo precisa ser. Sejais o melhor que vós podeis ser. Transformai-vos. Vós sois capaz.”